facebook

8 dicas para você praticar kitesurf em Maracajaú!

7 minutos para ler

Durante o período das férias, muitas vezes o indivíduo aproveita a ocasião para aprender coisas novas e matar a curiosidade em relação a certas práticas esportivas muito realizadas em regiões litorâneas. Entre as opções no Rio Grande do Norte está o kitesurf de Maracajaú.

Muitas pessoas já devem saber que o Nordeste conta com as mais belas praias que reservam cenários totalmente paradisíacos. Além das belezas naturais, há também esses atrativos. Então, até quem nunca praticou poderá reverter a situação e viver ótimas experiências aquáticas.

Nos tópicos abaixo você terá a oportunidade de conhecer as particularidades desse esporte que, com certeza, despertará seu interesse. Portanto, continue conosco e tenha uma boa leitura!

A tradição do kitesurf de Maracajaú

Além de Waldick, o urubu de estimação que tomava pinga com os donos, o kitesurf de Maracajaú também é uma grande tradição da região. Afinal, a praia apresenta as melhores condições para a realização dessa prática, e esse fato é bastante conveniente ao turismo.

Ela é tão conhecida que foi cenário da terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Kitesurf, realizado em 2017 — mesmo ano em que foi inaugurada a Escola Parrachos Kite Clube, um incentivo aos que desejam conhecer o esporte e se encantar com as águas cristalinas do local.

As principais dicas para praticar

Essa prática traz inúmeros benefícios à saúde mental e física do turista. Por ser um esporte altamente seguro, pode ser praticado por indivíduos de diferentes faixas etárias, desde de crianças a idosos.

Abaixo, veja o que é necessário conhecer antes de praticar o kitesurf de Maracajaú!

1. Conheça os equipamentos

Primeiramente começamos pela prancha, que pode ser bidirecional ou direcional. Depois o kite, desenvolvido com o mesmo material dos paraquedas; a barra de 90 cm, para estabelecer controle e velocidade; as linhas de 12 a 24 m; e também o trapézio, que serve de conexão entre o praticante e o equipamento.

2. Faça aulas com uma escola qualificada

Como foi dito, Maracajaú dispõe da Escola Parrachos Kite Clube. Ela conta com equipamentos de qualidade e profissionais que ajudam o turista a aprender com mais facilidade a praticar o kitesurf de Maracajaú.

Lá você terá a oportunidade de conhecer o Danio, um instrutor formado em Educação Física que é natural da terra. Ele usa uma metodologia simples e fácil de que qualquer pessoa poderá tirar proveito. No mesmo local, há o Restaurante Parrachos Praia Clube, onde é possível degustar várias comidas típicas do estado.

3. Tenha paciência com o processo de aprendizado

Uma grande dica para aprender o kitesurf de Maracajaú é ter total paciência com o processo de aprendizado. O importante é ouvir os ensinamentos com bastante atenção e ter muito foco nas horas da prática.

As aulas têm duração de, no máximo, 2 horas, e é possível que, em média, o turista já consiga praticar de forma bem executada após 8 horas de aula. Portanto, tenha muita disposição para dar os primeiros passos na realização dessa experiência única.

Durante a leitura deste artigo você teve acesso a algumas dicas para começar a praticar ou até mesmo se aperfeiçoar no kitesurf de Maracajaú. Não se esqueça de contar sempre com o apoio de instrutores especializados para iniciar a prática.

4. Busque referências sobre o esporte

Para evoluir no esporte, é preciso se informar sobre a modalidade, seja com revistas, sites especializados, vídeos e perfis de esportistas nas redes sociais. O contato com esses materiais deve ajudar os iniciantes a aprender manobras, saltos, transições e, claro, a dominar o kite nas ondas, uma das partes mais emocionantes do kitesurf.

5. Escolha as condições climáticas favoráveis

A relação entre o tempo e os esportes aquáticos é bastante intensa, de forma que a força do vento ou a tábua das marés impacta diretamente na prática esportiva. Antes de se aventurar no kitesurf, é preciso conferir a previsão em sites confiáveis.

Uma dica para “marinheiros” de primeira viagem é: ao chegar a uma praia pouco movimentada, mas que geralmente recebe muitos visitantes, é preciso desconfiar se ela está própria para o banho e se as condições temporais do dia estão favoráveis para a prática dessa atividade esportiva.

6. Converse com especialistas

Conversar com velejadores experientes é uma forma de trocar informações confiáveis e tirar dúvidas sobre a prática esportiva. É muito comum, por exemplo, pessoas que amam praticar kitesurf relatarem a sua experiência com o pico de kite, por exemplo, o que pode ser muito produtivo para quem ainda não tem controle para atingir esse feito na água.

7. Controle a velocidade

O segredo do kitesurf é ter controle sobre a velocidade, uma vez que, para aumentar a intensidade do voo, é preciso levar o kite de um lado para o outro, inclinando-o com destreza para aproveitar a força exercida na zona de power, que está próxima ao ângulo de 45º em relação à superfície.

8. Conheça as regras na água

O kitesurf exige muita experiência dos velejadores, que devem estar ambientados com as condições físicas da praia onde se pratica o esporte. Isso implica afirmar que, para ter sucesso nessa modalidade, é preciso ser persistente nos treinos.

Uma dica é fazer uma pausa entre uma tentativa e outra, para que o corpo e a mente possam relaxar e descansar para o próximo treino. Em todo caso, a persistência será ideal para a sua performance, que deve observar os erros no manejo do kite e melhorar o velejo na próxima vez que se lançar nos ares e no mar.

Afinal, quais são os diferencias do kitesurf de Maracajaú?

A geografia da praia de Maracajaú, associada à intensidade dos ventos, chamados de Side on Shore (lateral maral), torna essa região uma das mais privilegiadas do mundo para a prática de kitesurf, principalmente na alta temporada, que vai de julho a dezembro.

Além disso, funciona desde 2017 em Maracajaú a Escola Parrachos Kite Clube, sediada no Restaurante Parrachos Praia Clube, com equipamentos de ótima qualidade e instrutores qualificados com nível internacional para ensinar os velejadores iniciantes a ganhar confiança com essa modalidade, que coloca o atleta no ápice da aventura entre o mar e os ares.

Durante a leitura deste artigo, você teve acesso a algumas dicas para começar a praticar ou até mesmo se aperfeiçoar no kitesurf de Maracajaú, como conversar com especialistas, escolher condições favoráveis para o velejo, controlar a velocidade do kite e buscar referências sobre o esporte. Não se esqueça, também, de contar sempre com o apoio de instrutores especializados para iniciar a prática com segurança.

Gostou do texto e não vê a hora de começar a praticar kitesurf em Maracajaú? Então, conte com o auxílio da Parrachos Turismo, que facilita, também, a chegada do visitante ao local. Entre em contato conosco e aposte nessa opção para o seu lazer!

rn
Posts relacionados

Deixe um comentário