Fique por dentro das principais expressões do Nordeste para se familiarizar

6 minutos para ler

Nosso Brasil, esse país de dimensões continentais, possui muitas riquezas. Além da fauna e da flora, tão apreciadas, temos também uma variedade imensa de manifestações culturais. E a forma de falar faz parte desse legado, sendo que cada região tem as suas peculiaridades. Por isso, separamos para você algumas expressões do Nordeste, para que possa conhecer um pouco mais.

A região do Nordeste conta com 9 estados, que correspondem a 18% do território brasileiro, aproximadamente. É a região com a maior costa litoral, contando com mais de 3.000 km de praias. De acordo com o IBGE, são mais de 50.000 habitantes, o que equivale à segunda maior população do país, similar ao número de habitantes da Itália.

Continue lendo e fique por dentro das expressões mais comuns que você vai escutar quando viajar para a região nordestina!

Principais expressões do Nordeste

Para sermos fiéis a toda essa pluralidade que os nordestinos trazem com suas expressões linguísticas, separamos os termos por estados, apresentando aqui um pouquinho do que é falado em cada um deles. Muitas dessas palavras e locuções se repetem com o mesmo significado, porém, ao mesmo tempo, ao atravessar alguma fronteira, o sentido pode mudar completamente.

Mas, antes de continuarmos, que tal uma brincadeira? Tente adivinhar em qual estado você estará se, na padaria, ler no cardápio a expressão “pão jacó”. Ou, se for visitar um recém-nascido e oferecerem uma “meladinha”, você aceitaria? No primeiro caso, você pode pedir à vontade, pois se trata de um pão francês. No segundo, pense duas vezes, pois se trata de cachaça misturada com cebola e tempero verde.

Ah, e se alguém chamar você de “abestalhado”, não fique tão bravo, mas a pessoa está querendo dizer que você parece ser um tanto quanto bobo! E quando você pedir alguma informação e responderem que a situação está “barril”, avalie sua escolha, pois pode ser que a região seja bem difícil. Veja, a seguir, quais estados usam cada expressão!

Alagoas

Em Alagoas, se você tiver o estômago fraco, evite comer algo mais apimentado e que não esteja acostumado. Pois pode acontecer de você ter um “andaço”, que é uma diarreia. Mas, caso aconteça, não fique “calundum”, isto é, emburrado, pois é melhor colocar para fora do que ficar com um “incombo” ou um incômodo, certo?

Bahia

O povo baiano tem a fama de ser mais tranquilo. Mas cuidado, porque se você “der o doce” — falar tudo aquilo que tem vontade — pode acabar deixando alguém “cabrunco”, ou seja, irritado. Agora, se pedirem para você que faça uma “garapa”, não quer dizer que queiram um caldo de cana, necessariamente. Pode ser que estejam apenas pedindo um favor.

Ceará

“Arriégua”, o que é isso? Dizem que tem o mesmo significado que o “uai” para os mineiros. Ou seja, é uma interjeição que serve para muita coisa, como demonstrar espanto, dúvida, alegria ou até mesmo uma ideia brilhante. Depende da situação. Só não vá “botar boneco” — perturbar — e falar “arriégua” a todo instante.

Maranhão

No Maranhão, pode ser que, ao chegar em uma feira de rua, alguém chame você de “Seu João”, mesmo que esse não seja seu nome. É só uma forma simpática de chamar a sua atenção para que você leve um pé de alface, por exemplo. Mas não permita que ocorra um “viçar”, que é quando alguém passa dos limites.

Paraíba

Uma expressão muito falada em toda região nordestina e, inclusive na Paraíba, é “massa”, que é quando se quer dizer que algo é bom, que está tudo bem. Só não deixe algum paraibano “invocado”, ou seja, bravo, para não ter problemas. E se alguém perguntar se você quer “chupar um confeito”, se você gostar de balas, pode aceitar.

Pernambuco

Se ao chegar em Recife — capital de Pernambuco — chamarem você de “tabacudo”, não é que estejam achando que você é fumante, não. O certo é que podem achar que você é um pouco bobo, até mesmo engraçado. E se você não gostar da brincadeira, podem até completar com um “brabinha”. Essa palavra será usada mesmo que você seja homem, pois é um deboche.

Piauí

Algo muito comum por aqui é juntar as palavras e colocar a letra erre no meio. Por exemplo, “armaria” é o mesmo que Ave Maria! E nem sempre uma palavra vai ser o que aparenta. Afinal, se chamarem alguém de “moiado”, o mais provável é que não seja uma pessoa muito bonita, apesar de poder estar seca.

Rio Grande do Norte

Quando você chegar no acalorado estado do Rio Grande do Norte, não se confunda a ser chamado de “boysinha”, aqui esse termo é para quando chamar uma menina. E  quando dizer: “conheci uma boysinha massa”, quer dizer que conheceu uma garota legal, top e não a massa de macarrão, por exemplo.

Sergipe

Assim como na Bahia, e isso pode ser em função da proximidade geográfica, também utiliza-se a palavra “cabrunco”. Porém, aqui, “cabruquenta” é aquela pessoa ruim, sabe? E pode ser algo bem ofensivo. Assim, talvez seja melhor nem fazer uso dessa expressão para não acabar ficando “aperreado”, isto é, chateado.

Mas, caso isso aconteça, não precisa se “acoitar”, ou seja, esconder-se. Tampouco revide chamando o rapaz de “perobo”, pois essa é uma forma indelicada de chamá-lo de afeminado. De qualquer forma, sempre podemos mudar de assunto para não ficar um clima ruim e acabar dando uma “gastura” — mal-estar.

Você se lembra que pedimos que adivinhasse de onde vêm as expressões “pão jacó”, “meladinha”, “abestalhado” e “barril”? As duas primeiras você pode escutar quando estiver em Sergipe e as duas últimas, na Bahia. Apesar das brincadeiras e das boas risadas que damos escutando essas palavras diferentes, é muito importante conhecer toda essa variedade. Afinal, tudo isso é o nosso Brasil.

De toda forma, percebeu como não podemos resumir toda essa diversidade? Muito pelo contrário, faz-se necessário detalhá-la considerando cada estado. Pois, assim como ocorre nas demais regiões — seja no campo, no litoral, na capital ou nos diversos municípios — o sotaque e as expressões do Nordeste também mudam, adquirindo significados e musicalidades muito próprios.

Gostou de conhecer essas expressões linguísticas? Então, aproveite a visita ao blog e conheça as melhores praias que encontramos no Nordeste!

Posts relacionados

Deixe um comentário