Mergulho para crianças: saiba como fazer!

5 minutos para ler

Mergulhar é uma excelente atividade, no entanto é comum surgirem dúvidas sobre mergulho para crianças. Essa é uma experiência que vale a pena ser feita, mas muitos pais e responsáveis têm receio e não sabem se é arriscado ou há perigos na prática.

Imagine ir em um lugar paradisíaco e não poder deixar os pequenos também desfrutarem de um mergulho entre os animais marinhos e os corais? Por sua vez, é relevante saber que, para explorar debaixo d’água, é preciso ter, no mínimo, 2 anos.

Assim, queremos mostrar para você que as crianças podem mergulhar com os devidos cuidados. Conheça mais sobre a prática e os tipos de mergulho para os pequenos!

Quais são os tipos de mergulho e como funcionam?

As principais modalidades são o mergulho livre e o mergulho autônomo. Quando se mergulha sem o auxílio de equipamentos que ajudam na respiração debaixo d’água, ele é chamado de mergulho livre. Já o mergulho autônomo é aquele em que se conta com aparelhos, como o cilindro de oxigênio. Dessa forma, é possível ficar mais tempo contemplando o fundo do mar.

Para que as crianças mergulhem, a supervisão de um instrutor experiente é fundamental. Além disso, os pequenos devem mergulhar apenas em uma área específica e na qual possam atingir a profundidade máxima de 2 metros. Essas são algumas precauções para manter a segurança da garotada.

Mergulho superficial

No Parrachos Praia Clube empresa referente em turismo de aventura e ecológico no Rio Grande do Norte, por exemplo a orientação é de que o Mergulho livre com o snorkel é que seja feito por crianças a partir dos 2 anos de idade, com o acompanhamento dos pais. Além disso, o mergulho é feito com uma barrigueira que impede a criança ou o adulto de afundar.

Confira o vídeo a seguir sobre a barrigueira:

Mergulho com cilindro

Já em relação ao mergulho com cilindro, em Maracajaú, por exemplo a orientação é de que o mergulho seja feito por crianças a partir dos 10 anos de idade, acompanhado pelo instrutor que passará todas as informações necessárias para o melhor aproveitamento do passeio. A maré mais alta em Maracajaú fica em torno dos 3 metros de altura, e por isso o passeio é feito acompanhado pelo instrutor, um profissional capacitado e que oferece segurança a criança.

O mergulho em Maracajaú é a nível de batismo, quando ocorre em região com uma menor profundidade e que inclusive o passeio é feito com os pais e com o instrutor, ressalvada as vezes que os pais preferem que a criança vá sozinha com o instrutor.

Em casos que a criança prefere não ir tão profundo, o mergulho ocorre mais superficial, para que ela se sinta mais a vontade.

Em outras regiões do Brasil, como Fernando de Noronha, a profundidade ultrapassa os 15 metros, e por isso o mergulho com as crianças não percorre toda essa profundidade.

Quais são os principais benefícios do mergulho para crianças?

As crianças podem ter muitas vantagens ao praticar o mergulho. A atividade é muito boa para acalmar e treinar a concentração, pois mergulhar exige atenção, já que envolve a contemplação da natureza. Entre outros benefícios estão:

  • combate o estresse;
  • é uma atividade muito divertida;
  • proporciona conhecimentos sobre a vida marinha;
  • promove a responsabilidade e o controle;
  • ajuda a melhorar a capacidade respiratória e as habilidades psicomotoras.

Como evitar os riscos da modalidade para os pequenos?

Assim como em outras atividades, há uma série de aspectos a se considerar antes de deixar uma criança mergulhar. A primeira delas é conhecer o autocontrole dos pequenos, pois eles podem entrar em pânico ou sentir medo, por exemplo, ao ver algum animal se aproximando.

Lembre-se de que as crianças são mais sensíveis. Por isso, é recomendável que elas não fiquem mais do que 25 minutos mergulhando, na medida em que são mais propensas a sentir dores de ouvido devido à pressão debaixo d’água. Desse modo, o instrutor deve saber técnicas de descompressão para ajudar.

Saber nadar bem também é um requisito para que os pequenos não corram riscos, além de ter altura e peso mínimos de acordo com o tipo de mergulho que será feito. Todas as instruções devem ser passadas de forma clara e é preciso se certificar de que foram entendidas. Assim, o mergulho será mais seguro.

O mergulho para crianças nos corais de Maracajaú está disponível nas modalidades de mergulho livre e autônomo. Dessa maneira, os pequenos poderão observar os recifes, peixes e outros animais sem correr riscos. Portanto, não precisa ter preocupações e toda a família poderá aproveitar o passeio.

Se você quer saber mais sobre o mergulho para crianças, entre em contato com a gente e tire suas dúvidas!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Um comentário em “Mergulho para crianças: saiba como fazer!

Deixe um comentário